Pé diabético é um tipo de complicação do Diabetes Mellitus que ocorre quando uma região machucada ou infeccionada nos pés apresenta uma ou mais úlceras.

Imagem Pé diabético

Causa

O aparecimento dessa ferida está relacionado à deficiência da circulação sanguínea e aos níveis de glicemia causados pelo diabetes. Se não forem tratadas com rapidez, as feridas podem desenvolver complicações como, por exemplo, o amputamento do membro.

 

Sintomas

O principal sintoma é o surgimento de úlceras nos pés, que se não forem tratadas com certa rapidez, podem causar amputamento de dedos e até mesmo do pé todo.

 

Prevenção

As formas de prevenção são as mesmas utilizadas para o diabetes: manter o peso saudável, evitar vícios como alcoolismo e tabagismo, controlar a pressão arterial, evitar medicamentos que possam prejudicar as funções do pâncreas e praticar exercícios regularmente.

Os pés devem ser inspecionados diariamente em busca de pequenas feridas, bolhas, vermelhidão, alterações nas unhas, mudanças no formato e proeminências ósseas.

Também deve-se ter cuidado na escolha dos calçados, dando preferência para aqueles que são macios, leves e moldados na forma dos pés.

 

Tratamento

O tratamento do pé diabético, na verdade, é o mesmo adotado para o diabetes, que consiste em controlar os níveis de açúcar no sangue através da insulina e outros tipos de medicamento. Além disso, o paciente precisará de avaliações da circulação nos membros inferiores feitas por um Cirurgião Vascular e verificação dos ossos do pé feita por um Ortopedista.

Dra. Tassiane Horvatich

Dra. Tassiane Horvatich

Médica pela Universidade de Ribeirão Preto, com residência em Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular pelo Hospital Beneficência de Ribeirão Preto.

Veja o currículo completo da Dra.